Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘linhaça’

Na última sexta-feira, 14 de agosto, o programa Globo Repórter da Rede Globo, falou sobre os benefícios da linhaça para emagrecer com saúde (veja a matéria aqui).

O assunto aumentou consideravelmente a procura pelo produto e trouxe uma série de questões que achamos relevantes sobre o consumo deste grão que traz tantos benefícios e ajuda a equilibrar o funcionamento do organismo.

Linhaça dourado ou marrom, qual a melhor opção de consumo?

Linhaça dourado ou marrom, qual a melhor opção de consumo?

Já falamos da linhaça em outros posts, mas vamos aproveitar para retomar o tema com um material desenvolvido especialmente sobre o assunto pela nutricionista da Rede Mundo Verde Flávia Morais. Confiram:

Quais os benefícios do consumo da linhaça?

A linhaça é considerada um alimento funcional por ser fonte de ômega 3, fibras e lignana. Estudos comprovam seus efeitos no controle e prevenção de risco de doenças cardiovasculares. Atua na diminuição dos sintomas de TPM e as fibras auxiliam no controle de peso e regularização do intestino.

Ela realmente ajuda na prevenção e combate de diversas patologias?

Sim. Estudos comprovam os efeitos benéficos do consumo regular de linhaça.

O ômega 3 é uma gordura insaturada, aliada a saúde do coração. Estudos mostram que o consumo de linhaça reduz o colesterol total e o LDL colesterol e a pressão arterial confirmando seu efeito cardioprotetor. Tem efeito antiinflamatório, podendo ser usado no tratamento de artrite e dermatite. Sua ação antioxidante o faz potente contra a formação de placas de ateroma, além de reforçar o sistema imunológico.

Coadjuvante no tratamento da depressão, melhora as funções mentais de idosos e de pessoas com problemas de conduta (esquizofrenia). Estudos demonstram que o ômega 3 presente na linhaça atua na prevenção de demência e mal de Alzheimer.

A lignana atua no combate a sintomas de TPM e também protege contra câncer de mama e próstata.

Estudos com mulheres mostram o papel da linhaça na manutenção da saúde óssea e também seu efeito na redução de risco de câncer hormônio dependente. Auxiliam no combate a sintomas da TPM e menopausa e a prevenir o surgimento de câncer de mama, principalmente se combinadas as isoflavonas da soja.

As fibras da linhaça auxiliam na perda de peso, pois absorvem água, formam um gel que retarda o esvaziamento do estomago aumentando a saciedade, esse gel aumenta o volume do bolo fecal, regulariza o funcionamento do intestino e previnem o câncer coloretal e ainda auxilia no controle das taxas de glicose sanguíneas, diminuindo o risco de diabetes.

Existe algum tipo de diferença entre a linhaça marrom e a dourada?

A linhaça marrom, nativa da região mediterrânea, já está adaptada ao solo brasileiro, e ao clima quente e úmido. Apresenta casca uma pouco mais dura e resistente, o que pode diminuir a biodisponibilidade dos seus nutrientes.

A linhaça dourada cresce em climas frios. Geralmente é importada do Canadá. Tem a casca mais fina e seu sabor é mais suave do que o da linhaça marrom.

Estudos já demonstram que não existe diferença significativa na atividade antioxidante e quantidade de nutrientes nos dois tipos de linhaça. Os dois tipos tem teores similares de omega 3.

Qual a ingestão diária recomendada? Qual a forma ideal para consumi-la?

Normalmente 3 colheres de sobremesa/dia. A linhaça pode ser acrescentada em frutas, iogurtes, saladas, sucos, vitaminas, sopas e em preparações como bolos, tortas e massas de pães. Também pode substituir o óleo ou gordura utilizada em uma receita.

Os benefícios da linhaça são observados quando ela é consumida triturada, já que a mesma passa sem sofrer digestão no trato gastrointestinal porque sua casca é resistente à ação do suco gástrico. Um modo fácil de quebrar as sementes é passá-las em um liquidificador na tecla pulsar, para que não vire pó. Guardar em pote bem fechado no refrigerador, e ao abrigo da luz por até 3 dias. Também pode ser utilizada no último cozimento do feijão ou sopa.

produtos_e3mkt

A linhaça pode ser encontrada nas seguintes formas:

– Semente: grão intacto, fonte de ômegas 3 e 6, lignanas e fibras. Para que estes nutrientes possam ser absorvidos deve ser triturada ou moída. Lembrando que os ômegas se oxidam facilmente, então depois de triturada a linhaça deve ser guardada em pote bem fechado, opaco e sob refrigeração por até 3 dias.
A semente também pode ser germinada e adicionada a sucos verdes.

– Farinha: é obtida através dos grãos de linhaça torrados e moídos. Boa fonte de fibras, mas como a maioria é parcialmente desengordurada, tem menor teor de ômegas 3, 6 (gorduras) e de lignanas se comparada a semente inteira.

– Óleo: é extraído da prensa das sementes de linhaça, rico em ômega-3. Fonte ainda de omega 6 e omega 9. Prefira os 100% integrais e naturais, obtidos por uma única prensagem a frio, sem aditivos ou solventes. A exposição ao calor, à luz e ao oxigênio provoca oxidação dos óleos, por isso é importante escolher os não refinados embalados em garrafas à prova de luz (opacas).

Cápsulas: uma forma de suplementar a dieta com ômega 3. O óleo de linhaça é encapsulado, tornando mais prática sua administração. Como qualquer alimento encapsulado, precisa de registro no Ministério da Saúde que garanta sua qualidade.

A linhaça ainda pode ser encontrada na composição de barras de cereais, biscoitos, bolos, granolas.

Estudos demonstram que não existe diferença significativa na quantidade de nutrientes entre os dois tipos de linhaça.

Estudos demonstram que não existe diferença significativa na quantidade de nutrientes entre os dois tipos de linhaça.

Caso tenha mais dúvidas sobre o consumo de linhaça e seus benefícios ligue para o Alô Nutricionista, telefone 0800-022 25 28 ou entre em contato pelo e-mail alonutricionista@mundoverde.com.br.

Você também pode deixar comentários com suas questões! Quem sabe uma de suas dúvidas não vira assunto de um post? Além disso, se você souber uma receita especial que leve linhaça, mande pra gente para que possa ser publicada aqui no Blog!

Anúncios

Read Full Post »

Que tal aproveitar o feriado para testar uma nova receita de farofa para acompanhar frutas, vitaminas, caldos, sopas e feijão? No clima da campanha da linhaça, vamos hoje ensinar a preparar uma farofa funcional deliciosa, cuja receita foi adaptada por Flávia Morais, nutricionista Mundo Verde Franquia.

Ingredientes

  • 200g de castanha do Brasil – fonte de Selênio, mineral antioxidante que previne o envelhecimento precoce e câncer. Fonte também de ômega 3.
  • 200g de semente de girassol – Boa fonte de vitaminas A, E e do complexo B e proteínas.
  • 200g de semente de linhaça – É um alimento funcional, fonte de fibras, ômegas 3 e 6 e lignanas. Previne câncer, atenua sintomas de TPM, tem ação antiinflamatória e ajuda a regularizar o funcionamento do intestino.
  • 200g de germe de trigo – Parte nobre do grão. Fonte de proteínas, gorduras insaturadas e vitaminas antioxidantes.
  • 200g de farinha de soja – Fonte de proteínas, fibras, ferro e de isoflavonas. Atenua sintomas de menopausa e é coadjuvante no tratamento de doenças cardíacas.
  • 200g de gergelim – Pode ser utilizado como alimento ou como condimento, ótima fonte de proteínas, gorduras insaturadas e cálcio.

Preparo

 

  • Passar no processador a castanha do Brasil, a semente de girassol e a semente de linhaça, até que tenha um pó.
  • Adicionar o germe de trigo, a farinha de soja e as sementes de gergelim. Misturar. Guardar em recipiente bem fechado e de preferência na geladeira.
  • Consumir 3 colheres de sobremesa da farofa ao dia. Misturar em iogurtes, frutas, vitaminas, feijão, sopas, ou onde desejar.

Bom feriado a todos! Não deixem de comentar!

Read Full Post »

Os inúmeros benefícios do consumo da linhaça ganham destaque graças à Campanha da Linhaça da Rede Mundo Verde. Já falamos das principais características desse alimento funcional e também demos algumas dicas de consumo.

A nutricionista Flávia Morais, da Rede Mundo Verde, explica que a linhaça é um dos alimentos mais ricos em ômega 3. O sabor da linhaça lembra o da castanha, e ela é também uma opção sem glúten para fornecer nutrientes a celíacos, por exemplo.

Tipos de linhaça:

Embora não existam diferenças significativas na atividade antioxidante e na quantidade de nutrientes, existem dois tipos de semente de linhaça: a marrom e dourada.

A linhaça marrom, nativa da região mediterrânea, já está adaptada ao solo brasileiro e ao clima quente e úmido. Apresenta casca um pouco mais dura e resistente, o que pode diminuir a biodisponibilidade dos seus nutrientes.

A linhaça dourada cresce em climas mais frios. Geralmente é importada do Canadá. Tem a casca mais fina e seu sabor é mais suave do que o da linhaça marrom.

Para todos os gostos:

Na Rede Mundo Verde você pode encontrar a linhaça em todas as suas formas de apresentaçaõ: semente, farinha, óleo e cápsulas. Também estão à disposição nas lojas informativos gratuitos que esclarecem os benefícios de seu uso. Aqui no blog você pode conhecer um pouco mais sobre as formas em que a linhaça pode ser encontrada para consumo:

Semente: Grão intacto, fonte de ômegas 3 e 6, lignanas e fibras. Para que estes nutrientes possam ser absorvidos deve ser triturada ou moída. Os ômegas se oxidam facilmente, então depois de triturada a linhaça deve ser guardada em pote bem fechado, opaco e sob refrigeração por até três dias. A semente também pode ser germinada e adicionada a sucos verdes.

Sementes de linhaça marrom

Sementes de linhaça marrom

Farinha: É obtida através das sementes de linhaça moídas. Boa fonte de fibras. Se a farinha for parcialmente desengordurada, terá menor teor de ômegas 3 e 6 (gorduras) e de lignanas se comparada à semente inteira.

Farinha de linhaça utilizada para molho de salada

Farinha de linhaça utilizada para molho de salada

Óleo: É extraído da prensa das sementes de linhaça, rico em ômega 3 e ômega 6. Prefira os 100% integrais e naturais, obtidos por uma única prensagem a frio, sem aditivos ou solventes. A exposição ao calor, à luz e ao oxigênio provoca oxidação dos óleos, por isso é importante escolher os não refinados embalados em garrafas à prova de luz (opacas).

Cápsulas: Uma forma de suplementar a dieta com ômega 3. O óleo de linhaça é encapsulado, tornando mais prática sua administração. Como qualquer alimento encapsulado, precisa de registro no Ministério da Saúde que garanta sua qualidade.

Cápsulas de linhaça prontas para o consumo

Cápsulas de linhaça prontas para o consumo

A linhaça ainda pode ser encontrada na composição de barras de cereais, biscoitos, bolos, granolas.

E você, já escolheu como vai consumir a linhaça hoje?

Read Full Post »

Já que o Mundo Verde está em plena Campanha da Linhaça, hoje queremos sugerir um lanche rápido que contém linhaça em sua composição. As lojas Mundo Verde possuem uma variedade de barras de cereais, que além de serem benéficas à saúde são práticas, podem ser carregadas na bolsa ou no bolso, e evitam que você fique muitas horas sem comer.

A barra crocante Levittá Gergelim com Linhaça, da Banana Brasil, une o sabor e os benefícios das sementes de gergelim com a linhaça. É uma dessas opções leves e saudáveis para lanches entre as refeições, que saciam a fome sem tirar o apetite do almoço ou jantar.

levita-sementes

A barra Levittá com Gergelim e Linhaça é fonte de proteínas, fibras, gorduras insaturadas e cálcio, e não tem adição de açúcar, o que é uma excelente notícia para diabéticos.

Vá até a loja Mundo Verde mais próxima e experimente esta nossa dica de nutrição!

Read Full Post »

A mais nova campanha do Mundo Verde elegeu a linhaça como o alimento da vez. Há muito mais sobre essas sementinhas do que se imagina por aí. O cultivo da linhaça data de cerca de 5 mil anos a.C, é uma das mais antigas plantas cultivadas. Fonte de diversas vitaminas, minerais, proteínas e fibras solúveis, é o tipo de alimento que faz bem para todo mundo, sem contra-indicações.

Uma das características mais interessantes do consumo de linhaça é o poder preventivo. Inserir uma boa quantidade da semente na alimentação diária pode garantir uma série de benefícios e o bom funcionamento do organismo.

A linhaça pode ser consumida de várias maneiras, em semente, óleo ou triturada

A linhaça pode ser consumida de várias maneiras, em semente, óleo ou triturada

As nutricionistas da rede Mundo Verde, Bruna Murta e Flávia Morais, prepararam algumas dicas de consumo de linhaça:

– A linhaça pode ser acrescentada em frutas, iogurtes, saladas, sucos, vitaminas, sopas e em preparações como bolos, tortas e massas de pães.

– A linhaça pode substituir o óleo ou gordura utilizada em uma receita. 1/3 xícara (chá) de óleo é equivalente a 1 colher (sopa) de semente de linhaça moída.

– 3 colheres (sopa) de linhaça fazem o mesmo “efeito” de 1 ovo para dar liga ou consistência. Use em panquecas e bolos.

– Os benefícios da linhaça se potencializam quando a semente é moída ou triturada, já que a mesma passa sem sofrer digestão no trato gastrointestinal porque sua casca é resistente à ação do suco gástrico. Um modo fácil de quebrar as sementes é passá-las em um liquidificador na tecla pulsar, para que não vire pó. Guardar em pote bem fechado no refrigerador, e ao abrigo da luz por até 3 dias.

– Faça um mix de óleos para temperar sua salada: misture 100ml de azeite de oliva extra virgem, 50ml de óleo de linhaça prensado a frio e temperos secos de sua preferência (alecrim, manjericão, majerona).

Agora é só ir até à loja Mundo Verde mais próxima e testar as dicas em casa!

Read Full Post »